A insurgência estudantil paranaense no pensamento militar: uma análise da Operação Pente Fino no contexto ditatorial de 1968

Paula Eloise dos Santos, Lucas Augusto Souza de Jesus

Resumo


Esse artigo visa apresentar uma análise documental da Operação Pente Fino, realizada na Delegacia Regional do Paraná e Santa Catarina, na cidade de Curitiba, cujo intuito foi prender as lideranças do Movimento Estudantil paranaense sob acusação de subversão, denotando o aumento da repressão policial às manifestações estudantis. Para essa análise nos valemos do conceito de região, entendido como lugar de conflito e de relações de poder. A presença da repressão evidencia que a população paranaense não era exclusivamente “ordeira e conservadora” conforme a construção de sua imagem por parte do Estado. 

Palavras-chave: Movimento Estudantil paranaense; Regime Militar; Repressão.

 

Abstract

 

This paper aims to present a documental analysis of the "Pente Fino" operation, carried out in Paraná and Santa Catarina Regional Police Station, in Curitiba city. This operation had a purpose to arrest the leaders of the Paraná Student Movement, accused of subversion, denoting the increase of the police repression in student protests. For this analysis, we use the concept of region, understood as a place of conflict and power relations. The presence of repression testifies that the population of Paraná was not exclusively “orderly and conservative”, according to the state's construction of its image.

Keywords: Paraná Student Movement; Military Regime; Repression.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/clio.v5i9.18932

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Ofícios de Clio - Revista Discente dos Cursos de História da Universidade Federal de Pelotas - 2021 - ISSN 2527-0524
Contador de visitas