O debate e a compreensão da realidade agrária dentro do Estágio Interdisciplinar de Vivência em Assentamentos da Zona Sul do Rio Grande do Sul

Vanessa Maldaner, Natália de Azevedo Pereira, Gizele Ingrid Gadotti, Raul Dalfolo, Maurizio Silveira Quadro, Michaela Bárbara Neto

Resumo


O Estágio Interdisciplinar de Vivência em Assentamentos na Zona Sul do Rio Grande do Sul da Universidade Federal de Pelotas vem com a proposta de trazer à tona a realidade rural para os alunos ingressantes no projeto e que desta forma consigam enxergar os verdadeiros problemas dentro desses assentamentos,exercendo seu conhecimento acadêmico nas necessidades dos agricultores. Os objetivos gerais do estágio consistem em proporcionar a integração dos estudantes em condições distintas, estimular os alunos a promover ações que possibilitem a melhoria de vida das famílias envolvidas e assim in uenciar nas transformações sociais. O presente trabalho foi realizado no Assentamento “Abrindo Fronteiras”, localizado no município de Hulha Negra onde foram realizados levantamentos e a interpretação de dados para obter um diagnóstico socioeconômico e ambiental do assentamento, e validado a campo através de questionamentos. Em síntese, pode-se concluir que o estágio é uma troca, visando a melhorar a vida dos assentados, mas também proporcionar uma formação mais completa aos alunos participantes, formando pro ssionais experientes, quali cados e preocupados com a comunidade rural. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/rbes.v4i2.10409