Sinterização de cerâmicas de BaZr1− xYxO3 − δ para uso em células a combustíveis de óxido sólido

Kellen Cristina Mesquita Borges, Rosana de Fátima Gonçalves, Murillo Henrrique de Matos Rodrigues, Maria Rita de Cassia Santos, Neftalí Lenin Villarreal Carreno, Ana Paula de Azevedo Marques, Mario Godinho Júnior

Resumo


Os materiais cerâmicos a base de zirconato de bário dopado com 8; 15 e 20 % em mol de ítrio (BaZr1− xYxO3 − δ), foram sintetizados pelo método dos precursores poliméricos com calcinação em 900 ºC por 2 horas. As nanopartículas foram analisadas por difração de raios X obtendo-se a estrutura cúbica do tipo perovskita. Pela equação de Scherrer calculou-se o tamanho médio dos cristalitos, sendo de 20,89; 18,30 e 15,17 nm para a dopagem com 8, 15 e 20 % em mol de ítrio, respectivamente. A sinterabilidade dos materiais foi verificada por análise dilatométrica, microscopia eletrônica de varredura (MEV/FEG) e pelo método de Arquimedes. As amostras sinterizadas a 1600 °C por 4 horas apresentaram 56,8; 58,9 e 73,8% de densificação para 8, 15 e 20 % em mol de ítrio, respectivamente. A partir disso, verifica-se um aumento na sinterização com a inserção de maior concentração de dopante, sendo de grande importância para a aplicação em eletrólitos sólidos condutores protônicos utilizados em células a combustível.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/rbes.v5iEsp.14470