Habitat de cinco espécies de peixes nativos do rio Formoso, Minas Gerais

Hugo Alexandre Soares Guedes, Demetrius Silva, Jorge Dergam, Vitor Martins

Resumo


O objetivo deste estudo foi descrever a relação entre o uso do habitat e as variáveis velocidade, profundidade e substrato, para cinco espécies de peixes nativos, em dois trechos no rio Formoso, Minas Gerais. Foram realizadas quatro coletas de dados em dois trechos de rio, sendo identificados como dominantes dois Characiformes (Astyanax bimaculatus e Leporinus steindachneri), dois Siluriformes (Trachelyopterus striatulus e Hypostomus affinis) e um Perciformes (Geophagus brasiliensis). Os usos dos habitats para cada espécie dominante foram caracterizados utilizando-se as variáveis velocidade da água, profundidade do escoamento e tipo de substrato. As espécies de menor porte apresentaram exemplares mais presentes no trecho 2, de escoamento lento e mais degradado. Já as espécies de médio a grande porte apresentaram mais indivíduos no trecho 1, de escoamento rápido e mais preservado. Os índices de uso de habitat e as curvas de frequência obtidos neste estudo são fundamentais para subsidiar os estudos de modelagem e determinação de vazões ecológicas no rio Formoso, sendo ferramenta útil na tomada de decisão de órgãos ambientais.

Palavras-chave


Biodiversidade. IUH. Rios tropicais. Vazões ecológicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/rbes.v2i1.8180