Análise ergonômica do trabalho de um guichê de estacionamento

Italo Rodeghiero Neto, Mayara Zanchin, Douglas de Castro Brombilla, Isabela Fernandes Andrade

Resumo


O excesso de movimentos repetitivos durante a jornada de trabalho é observado no desempenho de várias atividades, entre elas nos operadores de caixa, podendo causar lesões aos trabalhadores. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo avaliar as condições ergonômicas de trabalho dos operadores de caixa do guichê de estacionamento de um shopping center. A escolha deste objeto de estudo se justifica por se tratar de um espaço de uso coletivo e, também, pela diversidade de usuários atendidos. Para a avaliação ergonômica foram usados três métodos: RULA, REBA e EAMETA. Os resultados do primeiro indicaram que há risco de nível intermediário - onde foi evidenciada torção no pulso e no tronco, por exemplo. Já no segundo se evidenciou a necessidade de uma intervenção com o intuito de evitar as chances de lesões por esforço repetitivo. Por fim, no terceiro método ratificou-se que a atividade desempenhada pelos funcionários é a mesma prescrita pelos supervisores. Com base nos resultados obtidos a partir da aplicação dos métodos, foi possível sugerir alterações posturais e de mobiliários – como utilização de cadeiras com encosto e extensão da bancada reduzida – a fim de eliminar e/ou reduzir lesões causadas aos trabalhadores.

Palavras-chave


avaliação pós-ocupação; ergonomia; posto de trabalho

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/rbes.v2i2.9229