It takes two to tango: A prática colaborativa na música contemporânea

Catarina Leite Domenici

Resumo


Este artigo aborda a prática colaborativa mediada pela notação na música contemporânea de concerto. Em um primeiro momento, a autora expõe as bases teórico-metodológicas da sua pesquisa sobre interações compositor-performer na música contemporânea, oferecendo um panorama dos estudos de caso já realizados. Em seguida, a autora examina o paradigma vertical de relações compositor-intérprete e discute os problemas de uma relação mediada apenas pela notação. Com base depoimentos de compositores e performers e no conceito de arquitetônica de Bakhtin a autora apresenta pontos que contribuem para uma definição de colaboração dialógica entre compositores e intérpretes.

Texto completo:

PDF