A REPRESENTAÇÃO LITERÁRIA NO ROMANCE EM PRIMEIRA PESSOA: APONTAMENTOS DE LEITURA PARA A OBRA O IRMÃO ALEMÃO, DE CHICO BUARQUE

Anderson Trindade Chaves

Resumo


RESUMO: Este artigo procura apresentar uma leitura de abordagem crítica para o romance O irmão alemão, de Chico Buarque, de modo a analisá-lo enquanto composição narrativa tendo em vista o uso da narração em primeira pessoa. Nas formulações de Maria Lucia Dal Farra (1978), busca-se a fundamentação teórica necessária para caracterizar os romances que colocam em cena a presença de um narrador-protagonista. Nesse sentido, pretende-se mostrar que a narração formalizada articula um tipo de representação de ato performativo da leitura. Assim, entende-se que a narrativa d’ O irmão alemão indicia a situação de mutabilidade do romance quando se toma por parâmetro a tradição do próprio gênero literário no contexto da modernidade.

Palavras-chave: Literatura; romance; representação literária.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/cdl.v0i34.17010



Caderno de Letras integra a rede LATINOAMERICANA - Asociación de Revistas Literarias y Culturales 

__________________________________________________________________ 

A Caderno de Letras está indexada nas seguintes bases: