Escolas charter: a locomotiva do “trem da alegria” empresarial que dilacera a educação pública básica estadunidense

Remo Moreira Brito Bastos

Resumo


O presente artigo problematiza a expansão das escolas charter no sistema educacional básico dos Estados Unidos. Correlaciona essa expansão com a impetuosa ofensiva posta em prática, desde o início do novo milênio, pela macroestrutura de poder político-econômico – composta pelos maiores conglomerados empresariais daquela nação e seus aliados, incrustados notadamente na mídia hegemônica, nos think tanks liberais e na elite da institucionalidade política – no sentido de instrumentalizar aquele sistema educacional como plataforma de operacionalização de um gigantesco setor de negócios correntemente da ordem de aproximadamente 800 bilhões de dólares, somente naquele país.


Palavras-chave


escolas charter; educação; Estados Unidos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/caduc.v0i57.12828