A cultura das culturas: Mytho e Antropologia da Educação

Marcos Ferreira Santos

Resumo


Este artigo diz respeito à importância das práticas culturais na concepção de cultura enquanto um processo simbólico. Neste universo, o mito é uma narrativa complexa que guia o trabalho da antropologia educacional na construção da pessoa (proposon, em grego). Os diálogos interculturais revelam-nos, concomitantemente, o pluralismo das configurações culturais e a unicidade do espírito humano no trabalho cultural.

Palavras-chave: cultura, mito, Antropologia da Educação, interculturalidade


Abstract
This paper is about the importance of cultural practices in the conception of culture as a symbolical process. In this universe, myth is a complex narrative that guides the work of educational anthropology into the construction of person (prosopon, in greek). The intercultural dialogues show us, at the same time, the pluralism of cultural configurations and the unicity of human spirit in the cultural work.

Key-words: culture; myth; Anthropology of Education; interculturality




DOI: https://doi.org/10.15210/caduc.v0i18.1433