Situação vacinal de acadêmicos da área da saúde de uma universidade

Samara Verginia Sorgatto, Patrícia Korb, Jacqueline Vergutz Menetrier

Resumo


Objetivo: identificar a situação vacinal dos acadêmicos dos cursos da área da saúde, conhecer quais vacinas apresentam maior frequência de atraso vacinal e se existe diferença entre a situação vacinal dos acadêmicos ingressantes nos cursos e aqueles que estão concluindo. Métodos: estudo quantitativo, transversal e epidemiológico. A amostra foi composta por 275 acadêmicos. Foi investigado o perfil sociodemográfico e a situação vacinal dos acadêmicos. Os dados foram submetidos a análise estatística descritiva. Resultados: considerando as vacinas recomendadas para adultos, 141 (51,3%) dos acadêmicos estavam com a situação vacinal em dia. Devido ao contato dos acadêmicos dos cursos da área da saúde com vários agentes biológicos torna-se necessário que os mesmos se protejam e as vacinas têm papel fundamental como medida preventiva. Conclusões: evidenciou-se que os acadêmicos na sua maioria estavam com o calendário vacinal em dia.


Palavras-chave


Imunização; Estudantes de ciências da saúde; Epidemiologia; Riscos ocupacionais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/jonah.v8i2.12705



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.