Sobre a máscara Sasquatch e a machadinha Kyiré: Resgate patrimonial no Canadá e no Brasil

Gustavo Hamilton de Sousa Menezes

Resumo


Trata-se de um artigo que apresenta e reflete duas iniciativas em que povos indígenas reivindicaram o retorno para suas comunidades de objetos sagrados que estavam na posse de museus. Este é um tipo de negociação que coloca em perspectiva distintas noções de direito e de pertencimento, assim como de autoridade e de legitimidade. Há um olhar contemporâneo e crítico dos povos indígenas em relação aos museus e às coleções etnográficas que denunciam as formas através das quais acervos museológicos são constituídos. Ao final aponta-se para certos museus sintonizados com um contexto de maior diálogo com os povos indígenas e de menor exotismo e assimetria de poder.

Palavras-chave


Repatriação; Resgate patrimonial; Coleções etnográficas; Museu.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v18i2.13960

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994