Museums furthering developement in Latin America.

Regina Márcia Moura Tavares

Resumo


 
Na América Latina, vivemos desafios gigantescos para promover o desenvolvimento concebido como o processo criativo de invenção da história pelos homens, como indivíduos e coletividades, na escala de realização de suas potencialidades, de acordo com Celso Furtado. Nessa perspectiva, a preservação, a revitalização e a valorização do patrimônio cultural nas cidades surgem como formas capazes de promover a identificação da cultura local para o fruir da própria população; de abrir um novo mercado de trabalho vinculado às atividades culturais, melhorando a qualidade de vida de seus habitantes, e de aumentar a circulação de riquezas, favorecendo a área dos estudos básicos. O Economuseu, ou Museu-Empresa, é um conceito criado por Cyrill Simard, da Universidade Laval. Como um espaço de preservação, documentação e comercialização da grande e diversificada produção artesanal e artística regional, constitui-se, também, em uma atração turística. Estou convencida de que nossos países em desenvolvimento têm grandes contingentes de pobres que institucionalizaram a violência como forma de sobrevivência. Esse modelo de museu pode vir a ser um braço promocional de desenvolvimento efetivo dos menos favorecidos de nossas sociedades e não somente mais um local privilegiado para o deleite das elites.

Abstract: In Latin America it has been a challenge to promote development, understood as the creative process of invention of history by the people as individuals and communities in the achievement of their potentials, according to Celso Furtado. With this perspective, preservation, renovation and placing appropriate value on the cultural heritage in cities appear as feasible ways to promote the local cultural identification, for the benefit of the population, in order to open a new labor market connected with cultural activities and to increase the circulation of wealth, fostering basic services. The Economuseum – or Enterprise Museum – is a concept created by Cyrill Simard, from Laval University. As a space for preservation, documentation and commercialization of the wide and diversified production of regional arts and crafts it also serves as a tourist attraction. I am convinced that in our developing countries there are great contingents of suffering people for whom violence is a means of survival. This museum must not be merely an exercise for the upper class, but indeed sine qua non condition for the development of the poor in their own places.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v3i1.6397

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994