Storytelling to the group and group recreation of the story / Récit d’un conte à un groupe et recréation du conte par le groupe.

Julio Enrique Correa, Neil Hobbs

Resumo


A narração de contos pode ser considerada como uma construção de grupo, já que tanto vários autores, pessoas e grupos quanto narradores e receptores contam e recontam os contos à procura de uma recriação do mito original. Este artigo descreve, em inglês e francês, o processo da narração e recriação grupal do conto desenvolvido ao longo de uma oficina com um grupo pequeno de canadenses de cultura bilíngüe. O conto grupal provém do exercício dos papéis narrativos feitos por cada membro do grupo e da montagem dos seus relatos individuais, linguagens e culturas. Duas observações foram feitas: 1) A dinâmica do grupo ensinou que os participantes desenvolveram, ao longo da recriação coletiva dos contos individuais, um tipo de comunicação “fraternal”; 2) As mensagens culturais dos contos do grupo e da história de um participante canadense anglófono, escrita meses depois da oficina, integraram suas próprios mensagens culturais canadenses à mensagem do “conto indutivo” contado pelo narrador, proveniente da sua própria cultura latino-americana.

Abstract: Storytelling can be considered a group shared construction since several authors – groups and individuals, narrators and listeners – tell and retell stories, recreating a new myth from the original one. This paper describes in English and French the process of storytelling and group story recreation, that developed in a workshop that was conducted with a small Canadian bilingual cultural group. The group story results from developing storytelling roles in every group member and from joining their individual stories, languages and cultures. In this experience two observations were made: 1) The group dynamics showed along the group recreation of the individual stories, that participants forged a significant “fraternal” kind of communicative style between them. 2) The cultural messages in the Canadian group stories and the post-workshop story of a Canadian Anglophone participant, integrated the own Canadian cultural messages to the Latin American storyteller’s trigger story brought from his own Latin American culture.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v7i1.6941

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994