Investimento estrangeiro ou desenvolvimento? Comparando abordagens Brasileiras e Canadenses para a proteção do investimento

Paul Alexander Haslam

Resumo


Este artigo compara as abordagens do Canadá e do Brasil na  regulamentação do investimento estrangeiro. Apesar de terem uma estrutura econômica semelhante, os dois países têm percepções divergentes para a regulamentação do investimento estrangeiro direto, que foram moldadas por seus padrões de política externa de longo prazo. Enquanto o Canadá tende a promover um elevado nível de proteção dos investidores estrangeiros, o Brasil prefere defender a sua autonomia como parte de uma estratégia mais ampla do processo de industrialização liderado pelo estado. O artigo conclui sugerindo que o recente crescimento e desenvolvimento do Brasil pode levar a uma maior convergência na questão da regulação de investidores  estrangeiros.Palavras-chave
Brasil; Canadá; política externa; autonomia política; investimento estrangeiro 

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v13i1.7232

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994