John Locke a partir de John Locke: algo contra as incompreensões acerca de suas ideias

Paulo Silas Taporosky Filho

Resumo


Resumo: John Locke foi um importante pensador que contribuiu para a elaboração da teoria contratualista do Estado. Construída de um modo próprio, Locke estipulou uma origem hipotética do Estado, explanando sobre o estado de natureza enquanto base das comunidades que passariam a se agrupar enquanto Estado propriamente dito. Há dentre as suas ideias uma ampla defesa da propriedade privada, razão pela qual recebe ainda hoje algumas críticas que aqui se entende descabidas. Ao se ler Locke na própria fonte, uma maior compreensão de sua teoria se faz presente, ensejando na possibilidade de superar alguns equívocos interpretativos acerca de suas ideias. Daí é que o estudo de Locke, a partir do próprio Locke, é medida necessária para que se possa compreender de fato de que modo a sua defesa da propriedade é feita, conferindo ao pensador o crédito devido e, mesmo quando das críticas, que estas tenham uma substância concreta.

Palavras-chave: John Locke. Teoria contratualista. Propriedade.

 

Abstract: John Locke was an important thinker who contributed to the elaboration of the contractual theory of the State. Locke stipulated a hypothetical origin of the State, explaining the state of nature as the basis of the communities that would come to group together as a proper State. Among his ideas is a broad defense of private property, which is why he still receives some criticisms that are understood here as misunderstandings. By reading Locke in his own source, a greater understanding of his theory is reached, giving rise to the possibility of overcoming some interpretive misconceptions about his ideas. Hence Locke’s study of Locke himself is a necessary measure in order to really understand how his defense of property is made, giving the thinker the due credit, and even when criticized, that these criticisms may have a concrete substance.

Keywords: John Locke. Contractual theory. Property.

 

Sumário: Introdução. 1. Ler Locke a partir de Locke para compreendê-lo. 2. Um clássico precursor da filosofia política. 3. Justiça seja feita para Locke: sua importância e a defesa da propriedade privada reconhecida pelo estado. Considerações Finais.

 

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/rfdp.v5i1.13993

Revista Eletrônica da Faculdade de Direito de Pelotas (RFDP). Praça Conselheiro Maciel, 215, CEP 96010-030. Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: refadir@ufpel.edu.br