O Exílio em Revista

Pedro Benetti

Resumo


O texto que segue busca compreender, de maneira sucinta, o lugar ocupado pelo exílio e pelos exilados na trajetória das esquerdas brasileiras. Pretende-se com isso observar se e como a experiência do exílio exerceu influência sobre as transformações ocorridas em vários espaços das esquerdas brasileiras no decorrer da década de 1970. O tema do exílio será tomado como um ângulo de abordagem para a questão da delicada relação entre revolução e democracia no Brasil. Para cumprir este objetivo – o de perceber a influência do exílio e dos exilados na linguagem política das esquerdas brasileiras em sua reflexão sobre a democracia – serão analisados os exemplares da revista Debate, editada por João Quartim de Moraes durante seu exílio em Paris. Longe de pretender a compreensão de toda a experiência do exílio em sua diversidade e riqueza, esta opção permite acompanhar um grupo que refletiu e se manifestou sobre a democracia como uma prioridade desde cedo. 


Palavras-chave


democracia; exílio; transição; periódicos/revistas; revolução.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/rsulacp.v2i2.4714

DOI (PDF): https://doi.org/10.15210/rsulacp.v2i2.4714.g4052

Indexação: Clase - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades; DOAJ; Latindex; Sumários.org.

 

Esta revista é de acesso livre. This journal is open access.

ISSN 2317-5338

 


shared hosting