Condomínios urbanísticos de lotes e a fragmentação urbana: uma análise da expansão imobiliária para a região administrativa do Laranjal do Município de Pelotas/RS

Gerson da Rocha Correa, Tiaraju Salini Duarte

Resumo


O espaço urbano tem passado por significativas mudanças nos últimos anos, destacando-se entre estes processos a fragmentação espacial ocasionada pela formação de condomínios residenciais fechados, o qual tem contribuído para reprodução do capital imobiliário. A partir disso, este trabalho visa analisar a reestruturação urbana que ocorreu na região Administrativa do Laranjal, localizada no município de Pelotas/RS derivada principalmente da forte influência do capital imobiliário relacionado aos condomínios horizontais de lotes. Como metodologia do estudo em questão se fundamenta em uma revisão de literatura e levantamento de dados por meio de fontes oficiais. Como resultados podemos observar que existiu uma relação direta entre o capital privado imobiliário e o capital público que possibilitou a requalificação de partes da Região Administrativa em prol da construção de condomínios horizontais de lotes, os quais contribuem para a fragmentação do espaço urbano do município de Pelotas.


Palavras-chave


Região Administrativa do Laranjal. Condomínios residenciais fechados. Fragmentação espacial. Expansão imobiliária.

Texto completo:

PDF