O Estado-Nação Brasil e os índices de violência contra a mulher em tempos de Covid-19

Nathália Bonow, Andressa Amaral dos Santos, Robinson Santos Pinheiro

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo discorrer sobre o Estado-Nação Brasil, elencando ações adotadas referentes ao índice de violência contra a mulher no atual período de confinamento social, causado pela Covid-19. A metodologia do trabalho é uma revisão teórica sobre os temas elencados. Para isso, foram analisados dados referentes ao índice de violência contra a mulher, além de uma leitura e revisão criteriosa das leis que regem a Federação Brasileira, como a Constituição Federal de 1988 e a Lei Maria da Penha. Com o absurdo aumento dos índices de feminicídio no Brasil as mulheres vítimas de violência encontram-se em um momento de extrema vulnerabilidade e com isto, percebe-se a necessidade de expor o tema em busca também da construção e implementação de novas políticas públicas. Porém, com este trabalho, pode-se perceber que para grande parte do poder legislativo brasileiro a problemática da violência contra a mulher não tem caráter urgente.


Palavras-chave


Estado-Nação; Pandemia; Feminicídio; Políticas Públicas

Texto completo:

PDF