Território e globalização do capital: alguns apontamentos para o debate teórico

Henrique Müller Priebbernow

Resumo


Este texto tem por objetivo suscitar algumas reflexões para o debate teórico em torno da noção de território, bem como do processo de globalização do capital, seus desdobramentos e consequências. A metodologia utilizada para sua elaboração pautou-se em uma pesquisa bibliográfica a partir de referenciais teóricos de Claude Raffestin, Milton Santos, Maria Laura Silveira e Octavio Ianni. Entre os principais apontamentos levantados, sobreleva-se que a conceituação de território sobrevém ao de espaço, uma vez que o primeiro nasce quando atores sociais hegemônicos e não hegemônicos atuam no segundo, em uma perspectiva marcada pela correlação de forças. Também que, dada a expansão das lógicas capitalistas de produção pelo globo, as quais possuem formas próprias de operação, inúmeros lugares acabam sendo sucumbidos para atender aos interesses do próprio capital, ainda que, frente a isso, movimentos de resistência e solidariedade acabam surgindo, numa clara contraposição às lógicas que se querem homogeneizantes.

 


Palavras-chave


Território; Globalização; Capital

Texto completo:

PDF