O ensino de Geografia em escolas do campo: percepções iniciais

Camila Tatiane Silveira Alves, Jerusa Cassal de Almeida, Bruna Ribeiro Vieira

Resumo


O objetivo desta produção é tornar público as percepções iniciais de uma revisão de literatura sobre o ensino de Geografia em escolas do campo, baseada em artigos disponíveis no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A análise dos artigos permitiu constatar que a história da educação do campo é ainda recente, origina-se e trilha caminhos de lutas e conquistas de espaço e direitos para que a educação brasileira também possa ser direcionada para os povos do campo. Torna-se essencial uma preparação adequada dos docentes para atuarem nessas instituições, pois um professor formado para trabalhar na perspectiva do urbano talvez não apresente elementos suficientes para atender aos objetivos dos educandários do campo. A Geografia precisa tornar-se para o aluno, conhecimentos que possam ser usufruídos dentro de sua realidade, evitando ser uma disciplina onde o aluno não consegue visualizar a importância dela em sua vida.

 

Palavras-chave: Formação docente. Escolas do campo. Raciocínio geográfico.


Palavras-chave


Formação docente. Escolas do campo. Raciocínio geográfico.

Texto completo:

PDF