ANÁLISE DIALÉLICA DO TEOR DE ÓLEO EM MILHO

Andréa Mittelmann, José Branco de Miranda Filho, Gustavo Júlio Mello Monteiro de Lima, Claudete Hara-Klein, Ricardo Machado da Silva, Ricardo Takao Tanaka

Abstract


O teor de óleo nos grãos de milho é um caráter importante para sua utilização na forma de ração, uma vez que o óleo possui maior valor calórico que o amido. Os objetivos deste trabalho foram verificar os efeitos envolvidos na determinação do teor de óleo e identificar genótipos de interesse para o melhoramento deste caráter. Foram avaliadas dez populações de milho e seus híbridos, segundo o modelo dialélico de Gardner e Eberhart. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três repetições. Foi avaliado o teor de óleo nos grãos pela metodologia de NIR (near infrared reflectance spectroscopy), além do rendimento de grãos. As médias dos genitores variaram de 4,22 a 4,94% de óleo na matéria seca, sendo esta variação independente da variação no rendimento de grãos. A heterose média foi de -0,1391 indicando dominância no sentido da redução do teor de óleo. As populações testadas diferiram entre si para o teor de óleo nos grãos, sendo de melhor desempenho o Composto GO-Flint. Houve heterose nos cruzamentos, sendo esta resultante tanto dos genitores envolvidos quanto de combinações específicas. As populações recomendadas como genitores para o melhoramento do teor de óleo são Composto GO-Dente e Composto GO-Flint.

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18539/cast.v12i2.4509