CRESCIMENTO INICIAL DE SOJA EM FUNÇÃO DO VIGOR DAS SEMENTES

Eliane Maria Kolchinski, Luis Osmar Braga Schuch, Silmar Teichert Peske

Abstract


Com o objetivo de avaliar o efeito do vigor das sementes sobre o crescimento inicial das plantas de soja, foi conduzida uma pesquisa realizando duas semeaduras em momentos distintos (2001 e 2003), na Área Experimental da Faculdade de Agronomia “Eliseu Maciel”, da Universidade Federal de Pelotas. Utilizou-se a cultivar de soja, BRS 154. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas, com quatro repetições. Nas parcelas principais foram avaliados dois níveis de vigor das sementes (alto e baixo) e nas subparcelas, três épocas de avaliação das plantas (10, 20, 30 dias após a emergência (DAE)) em 2001, e quatro épocas (07, 14, 21 e 28 DAE) em 2003. As plantas provenientes das sementes de alto vigor apresentaram maior área foliar e produção de matéria seca em todas as épocas avaliadas. O alto vigor das sementes proporcionou maiores taxas de crescimento nos períodos de 10 a 30 DAE em 2001 e de 21 a 28 DAE em 2003 e maior eficiência metabólica no período de 10 a 20 DAE em 2001. Plantas provenientes de sementes de alto vigor apresentam maior área foliar e produção de matéria seca. O alto vigor das sementes proporciona maiores de taxa de crescimento a partir dos 21 DAE.

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18539/cast.v12i2.4513