Chamada de Dossiê: Chamada de artigos do Dossiê: As vias qualitativas da indagação social

 

São múltiplas e com destinos díspares as vias de construção de conhecimento social, entre as quais destacam-se as pesquisas que utilizam a abordagem qualitativa. Tal modo de pesquisar pode localizar-se em diversos campos disciplinares: sociologia, história, educação, trabalho social, psicologia, antropologia, comunicação, entre outros, com singulares percursos em cada um deles. Associa-se, por sua vez, a diversas tradições teóricas, epistemológicas e metodológicas, que no decorrer dos anos se consolidaram e abriram o caminho a discussões e modos de indagar mais amplos. A pesquisa qualitativa é uma atividade científica, que se localiza no espaço e no tempo para observar o mundo a partir de um conjunto de práticas que tornam visível esse mundo. E aqueles que observam, também compartilham o cenário de observação, da ação por onde o mundo social acontece. Isso significa, colocar em funcionamento interpretações, representações e sensações desde perspectivas teóricas e epistémicas que desenham um método de trabalho.

O presente dossiê pretende abrir um espaço de discussão sobre os modos das abordagens qualitativas desde as diferentes disciplinas e perspectivas, suas técnicas, o trabalho de campo e análise da informação. Interessam, especialmente, artigos que abordem os caminhos construídos para a produção de conhecimento. Por metodologia qualitativa entende-se observação participante, pesquisa ação, etnografia, história oral, biografias, dentre outras. Discussões éticas que envolvam a pesquisa também têm importância para a construção deste número da revista.

O dossiê se orienta à apresentação de trabalhos inéditos que realizem problematizações, em torno de alguns dos vários eixos mencionados e/ou outros aspectos de relevância.

Organizadoras:

Angelica de Sena: Universidad Nacional de La Matanza (UNLaM); Universidad de Buenos Aires (UBA); Centro de Investigaciones y Estudios Sociologicos (CIES), Argentina.

Lorena Gill (UFPel), Universidade Federal de Pelotas.

Prazo de submissão: 10/05/2020

Desde já reiteramos a importância do cadastro do ORCID junto à revista, bem como a manutenção do "Google Scholar" de todxs atualizado. Isso se deve aos novos critérios de avaliação para a QUALIS/CAPES inclusos no próximo quadriênio.