Metodologia interativa: um processo hermenêutico dialético

Maria Marly de Oliveira

Resumo


Este artigo oferece uma reflexão estruturada sobre uma nova alternativa metodológica de pesquisa, que foi trabalhada na construção de uma tese de douto¬rado em educação (1999), na Universidade de Sherbrooke (Quebec), Canadá. Ao utilizar a técnica do círculo hermenêutico-dialético (CHD) de Guba e Lincoln (1989) para fazer a coleta de dados, e analisando esses dados através do método de análise hermenêutica-dialética de Minayo (1996), a autora fez uma série de adapta¬ções para atender as necessidades da realidade em estudo. Essa pesquisa resultou da análise de um projeto de parceria entre a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e o Instituto de Pesquisa e de Ensino para as Cooperativas (IRECUS) da Universidade de Sherbrooke (US). Esse estudo teve como temática a formação do técnico em associativismo/cooperativismo, numa perspectiva de de¬senvolvimento local, no Nordeste do Brasil. Finalmente, é possível afirmar que a metodologia interativa permite uma participação efetiva de todos os atores sociais envolvidos na pesquisa, eliminando-se ao máximo a subjetividade do pesquisador. Face ao processo de vai-e-vem do CHD, chega-se a uma pré-análise dos dados, que são categorizados em blocos e cada unidade de análise facilita a construção do conhecimento com respaldo na teoria que subsidia a pesquisa.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v1i1.6284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994