Translating back P.K. Page’s work: some comments on the translation of "Brazilian Journal" into Portuguese.

Miguel Nenevé

Resumo


 
Brazilian Journal, da escritora e poeta canadense P. K. Page, é uma obra sobre o Brasil do final da década de 1950, que apresenta esse país a leitores canadenses. Neste trabalho, levanto algumas questões sobre a tradução dessa obra canadense para o português. Meu argumento é o de que a tradução de Brazilian Journal para leitores brasileiros, é, de certa forma, uma retradução, uma vez que a autora, ao escrever sobre o Brasil, “traduziu” o país para um público canadense. Discuto também algumas dificuldades de fazer uma tradução “fiel” do “original” canadense para o contexto brasileiro.

Abstract: P. K. Page’s Brazilian Journal is based on the author’s diaries written during the years 1957-1959 and depicts Brazil to Canadian readers. In this paper I argue that the translation of this work into Portuguese is an inviting and challenging task for a Brazilian reader, as the text is about the author’s experience of Brazil and an attempt to translate the country for her Canadian audience. Her text reveals a respect and a love for the “original” observed content, which she wants to master and to which she wishes to be loyal. Page treats some questions of culture and language when she proposes to write about Brazil and these may bring some difficulties to the translator who wants to be “loyal to the original”.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v3i1.6400

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994