A Promoção de Democracia Liberal pela OEA: o que esperar?

Alan Gabriel Camargo

Resumo


O artigo em questão tem o objetivo de analisar os resultados da promoção de Democracia Liberal empreendida pela OEA após seu envolvimento nas crises políticas da América Latina. Para isso, investiga-se uma amostra composta por 31 casos, contextualizados entre 1990 e 2018, extraindo deles os impactos que a presença da Organização gerou à qualidade dos regimes democráticos. Os resultados da investigação levantam duas constatações: 1) A OEA não atua igualmente em todas as crises democráticas, tendo como premissa a natureza da crise; e 2) A qualidade dos regimes democráticos, após a atuação da OEA, destoa da expectativa traçada pela Organização. A partir desse exame, traça-se a hipótese conclusiva de que a OEA tende a promover democracias com baixo predicado liberal.


Palavras-chave


Organização dos Estados Americanos (OEA); Democracia Liberal; Crises políticas; Promoção de Democracia Liberal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/rsulacp.v5i2.15893

DOI (PDF): https://doi.org/10.15210/rsulacp.v5i2.15893.g10779

Indexação: Clase - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades; DOAJ; Latindex.

 

Esta revista é de acesso livre. This journal is open access.

ISSN 2317-5338

 


shared hosting