A Internacionalização do Confronto: Dinâmicas de Protestos para Além das Fronteiras

Gabriel Guerra Duarte

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo mapear os diversos mecanismos de internacionalização do confronto político e das táticas de protestos, pontuando as diferentes formas de expansão da ação coletiva além das fronteiras nacionais. Atuando nessa dinâmica, temos diversos atores políticos, com destaque para os movimentos sociais e redes de ativismo. Analisando uma literatura de movimentos sociais com foco na “Política de Confronto”, o artigo visa criar uma visão panorâmica para a compreensão de como as dinâmicas políticas transnacionais afetam a ação coletiva de confronto e como atores políticos com organização mais flexível e inclusiva se destacam nesse panorama.

Palavras-chave


protesto; internacionalização; ativismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/rsulacp.v1i2.2728

DOI (PDF): https://doi.org/10.15210/rsulacp.v1i2.2728.g2470

Indexação: Clase - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades; DOAJ; Latindex.

 

Esta revista é de acesso livre. This journal is open access.

ISSN 2317-5338

 


shared hosting