Crise, Hegemonia e Participação Popular: o Nacional-Popular no Peru e no Brasil

André André Kaysel

Resumo


Este trabalho tem por objetivo comparar as trajetórias do nacionalismo popular no Peru e no Brasil, entre os anos 1930 e 1960, representados, respectivamente, pela Aliança Popular Revolucionária Americana (APRA) e pelo trabalhismo de origem varguista, em particular o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Minha hipótese é a de que as trajetórias dos dois movimentos sócio-políticos foram diametralmente opostas: enquanto o aprismo iria do radicalismo à moderação, o trabalhismo teria feito o percurso inverso. Por meio da análise dessas trajetórias discrepantes, pretendo revisitar criticamente alguns dos pressupostos das interpretações “histórico-estruturais” do populismo latino-americano, propondo como solução alternativa, uma abordagem discursiva do fenômeno populista.

Palavras-chave


APRA; trabalhismo; Brasil; Peru; populismo

Texto completo:

PDF


Indexação: Clase - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades; DOAJ; Latindex.

 

Esta revista é de acesso livre. This journal is open access.

ISSN 2317-5338

 


shared hosting