Saúde mental de mulheres transgêneras: uma revisão integrativa de literatura / Mental health of transgender women: an integrative literature review

Palavras-chave: Saúde mental, Pessoas transgênero, Serviços de saúde para pessoas transgênero, Identidade de gênero

Resumo

Objetivo: conhecer a produção científica nacional e internacional acerca da saúde mental das mulheres transgêneras de 2007 a 2017. Método: revisão integrativa realizada na Biblioteca Virtual em Saúde, em abril de 2018. Analisaram-se os estudos em seis fases, agrupando-os em categorias temáticas. Resultados: dos 30 estudos selecionados emergiram sete categorias temáticas, a saber: “necessidades de saúde mental”, “vulnerabilidade psicossocial”, “processo transexualizador”, “mulheres transgêneras jovens e na terceira idade”, “relações sociais”, “direitos civis e cidadania” e “relações entre as mulheres transgêneras e os serviços de saúde”. Conclusões: mulheres transgêneras estão expostas a maiores riscos de desenvolverem transtornos mentais, em relação às pessoas cisgêneras parecendo ter relação com o preconceito, estigma, discriminação, e negação de direitos civis. São transtornos mais prevalentes nesta população: depressão, ansiedade, ideação/ tentativa de suicídio, abuso de álcool e outras drogas, os quais estão diretamente relacionados com o não acesso aos serviços de saúde. Devido a migração para o sistema OJS3, a íntegra desse artigo pode ser acessada pelo seguinte endereço eletrônico: Saúde mental de mulheres transgêneras: uma revisão integrativa de literatura | Journal of Nursing and Health (ufpel.edu.br)

Biografia do Autor

Helena Moraes Cortes, Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira. Doutora em Ciências - EEUSP. Departamento de Enfermagem.Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis, Santa Catarina (SC). Brasil (BR). E-mail: helenamoraescortes@gmail.com ORCID: 0000-0001-8538-8400 
Andréia Vanessa Carneiro de Morais, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.
Bacharela em Saúde pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Graduanda em Medicina pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Mestranda de enfermagem pela Universidade Federal da Bahia (UFRB). Salvador, Bahia (BA). Brasil (BR). E-mail: andreiavmorais14@gmail.com ORCID: 0000-0001-5051-8228
Ligia Maffei Carnevalli, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.
Bacharela em Saúde pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Graduanda em Medicina pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Universidade Federal da Bahia (UFRB). Salvador, Bahia (BA). Brasil (BR). E-mail: lmcarnevalli@gmail.com ORCID: 0000-0002-2139-2918
Paula Hayasi Pinho, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.
Psicóloga. Doutora em Ciências EEUSP. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.Universidade Federal da Bahia (UFRB). Salvador, Bahia (BA). Brasil (BR). E-mail: paulahpinho@gmail.com ORCID: 0000-0001-8922-0699
Publicado
2022-12-27
Como Citar
1.
Cortes HM, de Morais AVC, Carnevalli LM, Pinho PH. Saúde mental de mulheres transgêneras: uma revisão integrativa de literatura / Mental health of transgender women: an integrative literature review. J. nurs. health. [Internet]. 27º de dezembro de 2022 [citado 18º de maio de 2024];12(3). Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/21706
Seção
Revisão Sistemática e Integrativa/ Systematic and Integrative Review