Enfrentamento de conflitos na assistência à parturiente: visão da equipe de enfermagem

  • Leticia Silveira CARDOSO Universidade Federal do Pampa
  • Luciâni Alves VAZ
  • Liane Silveira da ROSA Universidade Federal do Rio Grande
  • Valdecir Zavarese da COSTA Universidade Federal de Santa Maria
  • Cristiano Pinto dos SANTOS Universidade da Região da Campanha
  • Marta Regina CEZAR-VAZ Universidade Federal do Rio Grande
Palavras-chave: Assistência à saúde, Direitos do paciente, Gestantes, Cuidados de enfermagem.

Resumo

Objetivo: compreender os conflitos vivenciados pela equipe de enfermagem na assistência a parturiente. Métodos: estudo qualitativo realizado com a equipe de enfermagem de uma maternidade de um Hospital Santa Casa de Caridade, da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados através de entrevista semiestruturada gravada e analisados conforme análise temática. Resultados: evidencia-se que os principais conflitos mencionados pelos profissionais envolvem o direito de acompanhante durante o processo de parto, questões éticas nas ações de trabalho e morais nas culturas das diferentes comunidades sociais. No processo de trabalho da equipe, identificam-se implicações como o estresse posterior ao atendimento e as reclamações feitas pelas puérperas e/ou familiares na administração hospitalar. Considerações Finais: os resultados permitem inferir que o principal recurso para o enfrentamento dos conflitos na assistência a parturiente se constitui nos próprios profissionais de enfermagem que prestam assistência a esta.  

Biografia do Autor

Leticia Silveira CARDOSO, Universidade Federal do Pampa
Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Bolsista do CNPq – Brasil. Integrante do Laboratório de Processos Socioambientais e Produção Coletiva de Saúde – LAMSA.  Professora do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana – UNIPAMPA/Uruguaiana. Uruguaiana – RS – Brasil.
Luciâni Alves VAZ
Enfermeira. Especialista em Gestão Hospitalar.
Liane Silveira da ROSA, Universidade Federal do Rio Grande
Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande – FURG. Bolsista CAPES. Integrante do LAMSA. Rio Grande – RS – Brasil
Valdecir Zavarese da COSTA, Universidade Federal de Santa Maria
Enfermeiro. Doutor em Educação Ambiental. Integrante do LAMSA. Professor do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Santa Maria – RS – Brasil. E-mail: valdecircosta2005@yahoo.com.br
Cristiano Pinto dos SANTOS, Universidade da Região da Campanha
Enfermeiro. Doutor em Enfermagem. Professor do Curso de Enfermagem do Centro de Ciências da Saúde da Universidade da Região da Campanha – URCAMP/Bagé. Bagé – RS – Brasil.
Marta Regina CEZAR-VAZ, Universidade Federal do Rio Grande
Enfermeira. Doutora em Filosofia de Enfermagem. Coordenadora do LAMSA. Professora da Escola de Enfermagem da FURG. Rio Grande – RS – Brasil.
Publicado
2017-02-21
Como Citar
1.
CARDOSO LS, VAZ LA, ROSA LS da, COSTA VZ da, SANTOS CP dos, CEZAR-VAZ MR. Enfrentamento de conflitos na assistência à parturiente: visão da equipe de enfermagem. J. nurs. health. [Internet]. 21º de fevereiro de 2017 [citado 13º de julho de 2024];6(3):402-13. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/8013
Seção
Artigos Originais/ Original Articles