Dossiê Estado social: entre as políticas de austeridade e os dispositivos de responsabilização individual

CHAMADA DE ARTIGOS

A NORUS – Novos Rumos Sociológicos, revista acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pelotas, convida pesquisadores da Sociologia e áreas afins para o envio de artigos inéditos no Brasil para o dossiê:

Estado social: entre as políticas de austeridade e os dispositivos de responsabilização individual

Organizadores: Angelo Martins Junior (Goldsmiths College/University of London) e Attila Magno e Silva Barbosa (Universidade Federal de Pelotas).

Data limite de submissão: 10 de setembro de 2017

 

Ementa

A globalização na forma como atualmente se apresenta, ou seja, como expressão de receituários político e econômico de inspiração neoliberal, tende a fragilizar a soberania dos Estados nacionais diante dos interesses das cadeias produtivas globais e mais fundamentalmente do capital financeiro. Como consequência, por vezes, o que se testemunha, é a diminuição das funções de um Estado Social e o aumento das funções de um Estado Penal. Desse modo, o papel que esses interesses forçam o Estado a assumir corresponde ao de propiciador da moldura jurídico-institucional que possibilita o estabelecimento de uma ordem social do mercado baseada em medidas de austeridade fiscal, que normalmente implicam na redução dos gastos públicos em investimentos nas áreas sociais. Além disso, também pressionam por reformas de direitos trabalhistas e previdenciários que flexibilizem ou mesmo desregulamentem garantias jurídicas relacionadas a condição de assalariamento.

A instalação de uma ordem social neoliberal promove processos de subjetivação nos quais a imagem de um indivíduo que gere a si mesmo e produz sua própria satisfação aparece como expressão de um tipo de autonomia individual pensado a partir de formas de organização promovidas pelo livre mercado que procura disseminar a narrativa de um indivíduo avesso às formas de planejamento centralizado estatal e capaz de responsabilizar-se individualmente por sua inserção profissional e pelas consequências decorrentes do exercício da atividade laboral.

Com os cenários e situações acima descritos em vista, o objetivo deste dossiê é promover a discussão sobre as mutações do Estado social ao redor do mundo a partir da promoção de políticas de austeridade e de dispositivos de responsabilização individual do trabalhador por sua segurança no trabalho, por sua condição de empregabilidade e por sua seguridade social.

 

Informações básicas

O artigo deve ser inédito em periódicos nacionais. A publicação pode ser feita em português, espanhol ou inglês.

Os artigos deverão ter entre 15 e 30 páginas, com espaço 1,5, fonte Times New Roman e tamanho 12.

Os artigos devem apresentar um resumo de 150 a 250 palavras na língua do artigo e em inglês, assim como de três a cinco palavras-chaves. Os detalhes sobre o formato de citações e referências bibliográficas estão no site da revista:

https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/NORUS/about/submissions#onlineSubmissions

Crédito da imagem: <a href="http://www.freepik.com/free-photos-vectors/business">Business image created by Jannoon028 - Freepik.com</a>