O platonismo multivalente de Newton C. A. da Costa

Jonas Rafael Becker Arenhart

Resumo


Nosso objetivo neste artigo é duplo. Primeiramente, desejamos expor uma versão de platonismo em filosofia da matemática defendida por Newton da Costa. A filosofia da matemática e da lógica de da Costa ainda é pouco conhecida, de modo que este artigo busca preencher parcialmente esta lacuna. Da Costa amplia o escopo do platonismo tradicional em filosofia da lógica e da matemática para todos os sistemas não-triviais, de modo a incorporar em seu realismo um pluralismo lógico e matemático. O resultado é chamado de realismo multivalente. Em segundo lugar, proporemos uma lista de problemas que a versão de platonismo aqui apresentada deverá enfrentar. Focamos em dificuldades específicas da versão multivalente de platonismo, evidenciando que se trata de concepção interessante e merecedora de mais estudos.


Palavras-chave


Platonismo; realismo; Newton da Costa; filosofia das ciências formais.

Texto completo:

PDF

Referências


Azzouni, J. 1998. On “On what there is”. Pacific philosophical quarterly 79(1), pp.1-18.

Balaguer, M. 1998. Platonism and anti-platonism in mathematics. Oxford: Osxford Un. Press.

Bueno, O. 2014. Nominalism in the philosophy of mathematics. In: E. Zalta (ed.) Stanford Encyclopedia of Philosophy (Spring 2014 edition). Disponível em:

URL =

da Costa, N. C. A., 2008[1980] Ensaio sobre os fundamentos da lógica. São Paulo: Hucitec/EdUSP (3ª ed.)

da Costa, N. C. A. 2002. Logic and ontology. Principia: na international jornal of epistemology 6(2), pp. 279-298.

Gödel, K. 1979a. A lógica matemática de Russell. In: K. Gödel, O teorema de Gödel e a hipótese do contínuo, pp.183-216. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Gödel, K. 1979b. O que é o problema do contínuo de Cantor? In: K. Gödel, O teorema de Gödel e a hipótese do contínuo pp.217-244. Fundação Calouste Gulbenkian.

Hallett, M. 2006. Gödel, realism, and mathematical ‘intuition’. In: Emily Carson and Renate Huber (eds.) Intuition and the axiomatic method, pp.113-131. Springer.

Jantzen, B. C. 2011. No two entities without identity. Synthese 181(3), pp.433-450.

Quine, W. V. O., 1961. On what there is. From a Logical Point of View. 2nd ed. revised, New York: Harper and Row.

Rowbottom, D., 2017. Scientific realism: what it is, the contemporary debate, and new directions. A ser publicado em Synthese. DOI: 10.1007/s11229-017-1484-y.




DOI: http://dx.doi.org/10.15210/dissertatio.v49i0.13451

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




________________________________________________________________________

DISSERTATIO Revista de Filosofia

Universidade Federal de Pelotas - UFPel | Instituto de Filosofia, Sociologia e Política

Departamento de Filosofia | Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Caixa Postal 354 | CEP 96001-970 | Pelotas, RS | Brasil


FILOSOFIA/TEOLOGIA: subcomissão FILOSOFIA

Licença Creative Commons
Revista licenciada pela Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. Com esta licença os leitores podem copiar e compartilhar o conteúdo dos artigos em qualquer meio ou formato, desde que o autor seja devidamente citado.


Indexadores:

      

Diretórios:

    

Associações: