QUANDO O FOGO NÃO QUEIMA, QUANDO A DECAPITAÇÃO NÃO MATA:CAUSALIDADE NO TAHAFUT AL-FALASIFA XVII, DE AL-GHAZALI

Tadeu Mazzola Verza

Resumo


Este artigo aborda se a discussão XVII do Tahafut al-falasifa pode fornecer elementos para se obter qual seria a noção ghazaliana de causalidade apesar da natureza eminentemente disputativa da obra. O artigo sugere uma leitura do texto em que al-Ghazali, ao considerar haver dois sistemas alternativos de explicação da causalidade no mundo (o dos filósofos e o que incorpora uma noção forte de vontade divina), ambos não demonstrados, defenderia que a participação divina na relação entre causa e causado seria preferível à um necessitarismo estrito ou mitigado dos filósofos devido à possibilidade do milagre.

Palavras-chave


Causalidade; ocasionalismo; necessitarismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/dissertatio.v0i0.20238

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




________________________________________________________________________

DISSERTATIO Revista de Filosofia

Universidade Federal de Pelotas - UFPel | Instituto de Filosofia, Sociologia e Política

Departamento de Filosofia | Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Caixa Postal 354 | CEP 96001-970 | Pelotas, RS | Brasil


FILOSOFIA/TEOLOGIA: subcomissão FILOSOFIA

Licença Creative Commons
Revista licenciada pela Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. Com esta licença os leitores podem copiar e compartilhar o conteúdo dos artigos em qualquer meio ou formato, desde que o autor seja devidamente citado.


Indexadores:

      

Diretórios:

    

Associações: