Sentimentos despertados nas mulheres frente ao diagnóstico de câncer de mama

Rafaella Bortolassi Alvares, Izabel Dayana de Lemos Santos, Nara de Morais Lima, Silvia Regina Mattias, Maria Elisa Wotzasek Cestari, Natália Carolina Rodrigues Colombo Gomes, Keli Regiane Tomeleri da Fonseca Pinto

Resumo


Objetivo: identificar os sentimentos despertados nas mulheres frente ao diagnóstico de câncer de mama. Método: trata-se de um estudo qualitativo, realizado no ambulatório de oncologia de um hospital universitário, com 11 mulheres diagnosticadas com câncer de mama e idade entre 43 e 58 anos. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, de maio a julho de 2015. Os dados foram analisados e interpretados conforme a análise de conteúdo. Resultados: após a análise emergiram três categorias: o impacto do diagnóstico; a vivência prévia da doença, o autoconhecimento e sua aceitação; esperança embasada na fé em Deus. Considerações Finais: a maioria das mulheres demonstraram-se extremamente sensibilizadas com o diagnóstico de câncer de mama e aflitas diante da incerteza da morte; outras, por já terem vivenciado a doença em um ente próximo, sentiram-se mais fortes e reagiram melhor ao diagnóstico.


Palavras-chave


Enfermagem; Neoplasias da mama; Diagnóstico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/jonah.v7i3.12639