Violência contra a mulher: a percepção dos graduandos de Enfermagem

Natália Costa Sobrinho, Cristine Kasmirsck, Joannie Soares dos Santos Fachinelli Soares, Monalisa da Silva Pinheiro, Geferson Antonio Fioravanti Junior

Resumo


Objetivo: conhecer as percepções dos graduandos em Enfermagem sobre violência contra a mulher. todos: estudo qualitativo realizado com 16 graduandos em Enfermagem entre abril e junho de 2016. Dados coletados por entrevista e realizada a análise de conteúdo. Resultados: foram determinadas como categorias: entendimento sobre violência de gênero, abordagem da violência de gênero na formação dos graduandos, percepção sobre a atuação do enfermeiro na atenção às mulheres em situação de violência e considerações sobre o atendimento ideal à mulher em situação de violência. Considerações finais: a violência e a desigualdade de gênero são percebidas pelos acadêmicos. O papel do enfermeiro é destacado nas habilidades de comunicação e acolhimento. Os graduandos não se identificam como parte da equipe de saúde que receberá a mulher em situação de violência e percebem o tema no currículo da graduação. Estudos semelhantes contribuirão com a discussão sobre a violência contra a mulher.


Palavras-chave


Enfermagem; Estudantes de enfermagem; Violência contra a mulher

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/jonah.v9i1.13222



Direitos autorais 2019 Journal of Nursing and Health

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.