Uso do laser de baixa intensidade nas radiodermites: revisão sistemática / Low intensity laser use in radiotherapy lesions: systematic review

Julia Maria Santos Rodrigues, Adriano da Silva Acosta, Pollyana Bortholazzi Gouvea, Rodrigo Massaroli

Resumo


Objetivo: analisar e categorizar o método de uso e benefícios e principais considerações sobre uso do laser em lesões induzidas por radiação. Método: revisão sistemática desenvolvidas em Public Medline, Literatura Latino-Americana do Caribe em Ciências da Saúde, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, SCOPUS e Biblioteca Virtual de Saúde. Resultados: analisou-se sete estudos. Observou-se em 86% (6) desses estudos uma conclusão positiva à terapêutica de laser de baixa intensidade, relatando: 43% (3) diminuição significativa e regressão da dor; 29% (2) redução significativa na duração e gravidade da mucosite e 29% (2) redução da inflamação e cicatrização. Conclusão: evidenciou-se melhora da cicatrização, da dor local e da capacidade anti-inflamatória. É necessário realizar mais pesquisas com amostras robustas que comparem os tipos de lasers, o comprimento das ondas e sua intensidade, para o seu uso como terapêutica.


Palavras-chave


Efeitos da radiação; Radiodermatite; Radioterapia; Terapia com luz de baixa intensidadepia com Luz de Baixa Intensidade.

Texto completo:

PDF HTML




Direitos autorais 2020 Universidade Federal de Pelotas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.