Trabalhadores da indústria têxtil: o labor e suas dores osteomusculares

Letícia de Lima TRINDADE, Carlise KREIN, Marjorie Cristine Callai SCHUH, Lucimare FERRAZ, Simone Coelho AMESTOY, Édlamar Kátia ADAMY

Resumo


Objetivo: identificar a relação entre as queixas de dor osteomuscular e setor de atividade em um grupo de trabalhadores da indústria têxtil. Métodos: estudo transversal, descritivo com abordagem quantitativa realizado com 192 trabalhadores envolvidos no processo de produção de uma indústria têxtil localizada no sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de um questionário sociodemográfico e do Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Houve também a observação da postura laboral dos trabalhadores, das condições de higiene, sonoridade e iluminação dos setores pesquisados. Para análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva e analítica através do software SPSS. Resultados: Identificou-se a associação significativa entre setor e dor osteomuscular na região cervical, no antebraço e na região dorsal do corpo do trabalhador. Conclusão: Conclui-se que houve uma alta frequência de dor osteomuscular entre os sujeitos, relacionada com a dinâmica de trabalho e com as condições do ambiente laboral.


Palavras-chave


Saúde do Trabalhador; Trabalho; Dor; Condições de Trabalho.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais