Brasil, Canadá e a integração de políticas de gênero a partir da Plataforma de Ação de Pequim

Cynthia Mara Miranda

Resumo


A integração das políticas de gênero no Estado, ou gender mainstreaming, é uma inovação da gestão pública, resultado de uma intensa mobilização dos movimentos feministas e da Organização das Nações Unidas - ONU em diversos países do mundo. A fim de compreender o ponto de vista das feministas sobre a integração das políticas de gênero no período atual, este artigo realiza um estudo comparado, dando destaque ao Brasil e ao Canadá. A partir da discussão sobre as respostas dadas pelos governos brasileiro e canadense às demandas das mulheres, o artigo apresenta os desafios atuais para que a busca da igualdade entre os gêneros se traduzam em práticas efetivas postas em ação pelo Estado com vistas a mudar o status das mulheres nos referidos países.


Palavras-chave


Brasil; Canadá; movimentos feministas; Estado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/interfaces.v12i2.7221

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 1984-5677

ISSN impresso: 1519-0994