JANE’S WALK 2020: UMA EXPERIÊNCIA DO CAMINHAR ALÉM DOS PÉS

Celma Paese, Gabriela Ferreira Mariano, Pedro Renan Debiazi

Resumo


O artigo reflete sobre o questionamento proposto pelo 3ª. Jane’s Walk – Caminhar além dos pés: como lidar com mudanças onde os limites entre o privado e público e o que está dentro e fora são questionados? O texto começa contextualizando o evento em relação à crise sanitária de 2020. Em um segundo momento analisamos os fatos e eventos que levaram a humanidade a assumir o surgimento de uma nova concepção espacial e papel do Ciberespaço no contexto. A seguir, comentamos as atividades propostas no festival pelos participantes, focando especialmente na atividade proposta pelo coletivo Cartografia da Hospitalidade. Concluímos o artigo com reflexões sobre o protagonismo do ciberespaço como meio de comunicação e suporte de memória da humanidade e a necessidade de encarar a realidade da exclusão digital: resiliência é preciso, assim como estender a mão e abrir portas.

Palavras-chave: cartografia da hospitalidade, ciberespaço, Jane’s Walk, urbanismo contemporâneo, habitar e arquitetura.


Texto completo:

36-51


DOI: https://doi.org/10.15210/pixo.v5i18.21292

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 PIXO - Revista de Arquitetura, Cidade e Contemporaneidade

 

 

INDEXADORES e DIRETÓRIOS 

ARLA

DIADORIM

DOAJ

DOI

EBSCO

ERIH PLUS

GOOGLE SCHOLAR

LATINDEX

LIVRE

PORTAL DE PERIÓDICOS CAPES

PORTAL DE PERIÓDICOS UFPEL

REDIB

SUMÁRIOS.ORG

 

 

contador