A POLÍTICA DE JUVENTUDE E SEUS ATORES SOCIAIS

Lúbia Badaró

Resumo


O presente artigo promove uma apreciação sobre o processo de construção da Política Nacional de Juventude, discutindo como essa demanda chegou à agenda pública e quais os atores e eventos que contribuíram nesse processo de inclusão dessa temática na arena de debate. Chegou-se à conclusão que os movimentos sociais e organizações da sociedade civil tiveram um papel importante nesse processo, pois favoreceram as mobilizações, abriram o debate e aproximaram a temática da juventude da esfera do governo federal, que então direcionou parte da sua atenção também para esse segmento.


Palavras-chave


Arena Pública; Juventude; Políticas Públicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/tes.v1i1.2545

 

TESSITURAS | Revista de Antropologia e Arqueologia

Programa de Pós-Graduação em Antropologia  | Universidade Federal de Pelotas

 

Indexadores: