Presença de parasitos no solo das áreas de recreação em escolas de educação infantil

  • Diego SILVA
  • sra MASCARENHAS
Palavras-chave: Helmintos, Ascaris, Toxocara, Ancylostoma.

Resumo

Objetivo: o estudo objetivou avaliar a presença de ovos e larvas de helmintos no solo das áreas de recreação em 25 escolas municipais de educação infantil de Pelotas, Rio Grande do Sul, identificando a frequência e a distribuição dos gêneros de parasitos encontrados. Métodos: foram coletadas 125 amostras do solo das áreas de recreação em 25 creches. As amostras foram subdivididas para serem submetidas aos métodos parasitológicos de Willis, Lutz e Rugai. Resultados: 52% das escolas apresentaram formas evolutivas de parasitos no solo de suas áreas de recreação. Foram encontrados ovos de Toxocara spp., Ascaris spp. e larvas de ancilostomídeos. Conclusões: a partir da observação de Toxocara spp. e ancilostomídeos, agentes causadores da larva migrans visceral e cutânea, devem ser tomadas medidas para evitar o acesso de cães e gatos a estas áreas.
Publicado
2016-04-26
Como Citar
1.
SILVA D, MASCARENHAS sra. Presença de parasitos no solo das áreas de recreação em escolas de educação infantil. J. nurs. health. [Internet]. 26º de abril de 2016 [citado 25º de maio de 2024];6(1):76-2. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/5732
Seção
Artigos Originais/ Original Articles