Nascer em porto alegre: a realidade obstétrica na capital gaúcha

  • Aline Alves VELEDA Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Marcia Cordeiro da CUNHA Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Adriana Finger VITÓRIA Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Bruna Vieira OLIVEIRA Grupo Hospitalar Conceição
Palavras-chave: saúde suplementar, obstetrícia, políticas públicas.

Resumo

Objetivo: descrever a realidade obstétrica no município de Porto Alegre. Método: pesquisa descritiva exploratória realizada no percurso de uma tese de doutorado. Foram utilizados dados a partir do banco do DATASUS, da Agência Nacional de Saúde Suplementar e do Observatório da cidade de Porto Alegre. Foi realizada uma análise descritiva sobre a realidade obstétrica. Resultados: Observou-se uma cobertura adequada de pré-natal. Identificou-se um percentual de cesarianas nas instituições privadas de até 86%. Ressalta-se que onde as condições de vida são as melhores os percentuais de cesariana variaram de 71% (Centro) até 56% (Cristal), identificando o componente socioeconômico determinante. Conclusões: na realidade da capital gaúcha dependendo de onde a mulher mora pode-se consideravelmente cogitar o tipo de parto que ela terá. Quanto melhor a qualidade de vida e dependendo da região de moradia ela possui maiores chances de ter seu filho por via cirúrgica. 

Biografia do Autor

Aline Alves VELEDA, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
Marcia Cordeiro da CUNHA, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
Acadêmica de Enfermagem na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
Adriana Finger VITÓRIA, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
Acadêmica de Enfermagem na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
Bruna Vieira OLIVEIRA, Grupo Hospitalar Conceição
Enfermeira. Residente na Residência Integrada em Saúde do Grupo Hospitalar Conceição ênfase Atenção Materno Infantil e Obstetrícia, Grupo Hospitalar Conceição, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
Publicado
2017-04-13
Como Citar
1.
VELEDA AA, CUNHA MC da, VITÓRIA AF, OLIVEIRA BV. Nascer em porto alegre: a realidade obstétrica na capital gaúcha. J. nurs. health. [Internet]. 13º de abril de 2017 [citado 26º de setembro de 2023];7(1):38-9. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/7950
Seção
Artigos Originais/ Original Articles