SERTOLIOMA EM COLEIRO (Sporophila caerulescens)

  • Maria Cristina Valdetaro Rangel Universidade Federal do Espírito Santo
  • Daniela Teles Guilhon Universidade Vila Velha
  • Marina Possa dos Reys Universidade de Minas Gerais
  • Adriano Lima Steltzer Bindaco Universidade Vila Velha
  • Renzo Soares Universidade Vila Velha
  • Mayra Cunha Flecher Universidade Vila Velha
  • Tais Fracalossi Zocatelli Universidade Vila Velha
  • João Luiz Rossi Júnior Universidade Vila Velha
Palavras-chave: Animais silvestres, Reprodução, Oncologia

Resumo

Um Coleiro (Sporophila caerulescens caerulescens), macho, pesando 8 gramas, mantido como animal de estimação, foi atendido com suspeita, pelo tutor, de fratura no membro pélvico esquerdo, pois o passeriforme apresentava dificuldade de subir e manter-se no poleiro. Durante o exame clínico observou-se aumento de volume em região subesternal, foi realizado exame ultrassonográfico da cavidade celomática e encontrado um aumento de volume parenquimatoso em região dorsal do animal, comprimindo as alças intestinais ventralmente. Encaminhado para cirurgia, foi realizado acesso lateral da cavidade celomática, possibilitando localizar a massa com peso de 2 gramas e de coloração heterogênea amarelada com áreas multifocais acinzentadas, que estava bem aderida aos outros tecidos e era muito vascularizada. Após a biópsia excisional, o material biológico foi enviado para análise histológica. A análise histopatológica evidenciou alterações neoplásicas nas células de Sertoli, sendo classificada como um fragmento testicular revestido por túnica albugínea com proliferação multilobulada substituindo o parênquima. A neoplasia era formada por células cilíndricas organizadas intralobular e perpendicular a membrana basal. Citoplasma claro com bordas mal delimitadas, granular e discretamente vacuolizado. Este relato de caso teve como objetivo apresentar o primeiro registro documentado de um sertolioma em S. caerulescens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Valdetaro Rangel, Universidade Federal do Espírito Santo
Médica Veterinária, Mestra, Doutoranda, Universidade Federal do Espírito Santo, Brasil
Daniela Teles Guilhon, Universidade Vila Velha
Médica Veterinária, autônoma
Marina Possa dos Reys, Universidade de Minas Gerais
Médica Veterinária, Patologista, Mestranda, Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade de Minas Gerais
Adriano Lima Steltzer Bindaco, Universidade Vila Velha
Médico Veterinário, Mestre, Patologista, Universidade Vila Velha
Renzo Soares, Universidade Vila Velha
Médico Veterinário, Anestesiologista
Mayra Cunha Flecher, Universidade Vila Velha
Médica Veterinária, Mestra, Professora, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Vila Velha
Tais Fracalossi Zocatelli, Universidade Vila Velha
Médica Veterinária, Imaginologista, Focus Diagnóstico Veterinário, Vila Velha
João Luiz Rossi Júnior, Universidade Vila Velha
Médico Veterinário, Mestre, Doutor, Professor, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Vila Velha, Espírito Santo, Brasil.
Publicado
2023-12-27
Como Citar
Valdetaro Rangel, M. C., Teles Guilhon, D., Possa dos Reys, M., Lima Steltzer Bindaco, A., Soares, R., Cunha Flecher, M., Fracalossi Zocatelli, T., & Rossi Júnior, J. L. (2023). SERTOLIOMA EM COLEIRO (Sporophila caerulescens). Science and Animal Health, 11(1), 112-121. https://doi.org/10.15210/sah.v11i1.25882
Seção
Animais Silvestres