OS SENTIDOS DO ENSINO DE SOCIOLOGIA: O QUE DIZEM EGRESSO/AS DA LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS DA UFSC?

Marcelo Cigales, Inaê Iabel Barbosa, Sabrina de Freitas Smialoski, Beatriz Melchioretto Claudino dos Santos

Resumo


Este artigo evidencia os sentidos atribuídos ao ensino da Sociologia, por egressos/as do curso de licenciatura em Ciências Sociais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A metodologia baseou-se no uso de entrevistas estruturadas, realizadas junto a 18 egressos/as, sendo que apenas oito haviam tido contato com o ensino da Sociologia depois de formados/as. Como referencial teórico, utilizamos o conceito de campo de Bourdieu, com o intuito de compreender os diferentes sentidos atribuídos ao ensino da Sociologia nos campos político, acadêmico e escolar, comparando-os com os sentidos apresentados nas falas dos/as entrevistados/as. Além de se apresentar de forma multifacetada nos diferentes campos analisados, os sentidos do ensino da disciplina são vinculados, na visão dos/as professores/as, principalmente: (1) a formação de sujeitos críticos e conscientes do mundo em que vivem; (2) a afirmação da Sociologia enquanto conhecimento científico e fornecedor de ferramentas analíticas de interpretação do mundo social, e (3) a promoção da transformação social e a militância.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Gustavo Cravo de. Sociologia no ensino médio: uma trajetória político-institucional (1982-2008). Dissertação (Mestrado em Ciência Política). Instituto de

Ciências Humanas e Filosofia da Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2014.

BODART, Cristiano das Neves.; SILVA, Roniel Sampaio. Um Raio-X do professor de Sociologia brasileiro: condições e percepções. Estudos de Sociologia (UFPE), v. 2,

p. 197-233, 2017.

BODART, Cristiano. Prática de ensino de sociologia: as dificuldades dos professores alagoanos. Mediações-Revista de Ciências Sociais, v. 23, n. 2, p. 455-491, 2018.

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Tradução Mariza Corrêa. Campinas, São Paulo: Papirus, 1996.

BOURDIEU, Pierre. O senso prático. Petrópolis: Vozes, 2009.

BOURDIEU, Pierre. Notas provisórias sobre a percepção social do corpo. Revista Pró-posições. v. 25, n.1. p. 247-256, 2014.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 23 de dezembro de 1996.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. Parte IV -Ciências Humanas e suas Tecnologias. Ministério da Educação: Brasília, 2000.

BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Ministério da Educação: Brasília, 2006.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ministério da Educação: Brasília, 2017.

BRUNETTA, Alberto; CIGALES, Marcelo. Dossiês sobre ensino de sociologia no Brasil (2007-2015): temáticas e autores(as). Revista Latitude, Maceió, v. 12, n. 1, p.

-171, 2018.

CIGALES, Marcelo P. A sociologia católica no Brasil (1920-1940): análise dos manuais escolares. 313f. Tese, Programa de Pós-graduação em Sociologia Política. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2019.

CIGALES, Marcelo; FRANKE, Felipe; DALLMANN, Matheus. História e sentidos pedagógicos da Sociologia no Brasil. In: BODART, C; LIMA, W. (Orgs.). O ensino de Sociologia no Brasil. v.1. Editora Café com Sociologia, Maceió. 2019, p. 11-32.

DURKHEIM, Émile. Educação e Sociologia. Tradução de Lourenço Filho. 5. ed.São Paulo: Edições Melhoramentos, s.d.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador: formação do Estado e Civilização. v.2. Rio de Janeiro: Zahar, 1993.

GALLO, Sílvio. Metodologia do ensino de filosofia: uma didática para o ensino médio. Campinas: Papirus, 2016.

GESTEIRA, Beatriz Muniz. Os discursos ideológicos sobre a inclusão da sociologia nas tramitações dos projetos de lei 3. 178/1997 e 1. 641/2003. In: MAÇAIRA, Julia;

FRAGA, Alexandre (Orgs.). Saberes e práticas do ensino de sociologia. Rio de Janeiro: Autografia, 2018, p. 135-161.

KATREIN, Camila Siqueira; MARCASSA, L. P. . Assédio moral no cenário de precarização e desprofissionalização da educação pública. In: José Antônio Peres

Gediel; Lawrence Estivalet de Mello; Fernanda Zanin; João Luiz Arzeno da Silva. (Org.). Estratégias autoritárias do Estado empregador. 1ed. Curitiba, PR: Kaygangue Ltda, 2017, p. 133-153

LENNERT, Ana Lúcia. Condições de trabalho do professor de sociologia. Cad.Cedes, Campinas, vol. 31, n. 85, p. 383-403, set.-dez. 2011.

SILVA, Ileizi; Gonçalves, Danyelle. (orgs). A sociologia na Educação Básica. Annablume: Pinheiros/SP, 2017.

RÊSES, Erlando. E com a Palavra: Os Alunos - Estudo das Representações Sociais dos Alunos da Rede Pública do Distrito Federal sobre a Sociologia no Ensino Médio.

Dissertação (Mestrado em Sociologia). Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Brasília, Distrito Federal, 2004.

RÊSES, Erlando. A Vez e a Voz dos Alunos. In: RÊSES, Erlando; SANTOS, Mário Bispo dos; RODRIGUES, Shirlei Daudt. A sociologia no ensino médio: cidadania e

representações sociais de professores e estudantes. Belo Horizonte: Fino Traço, 2016, p. 87-128.

RÊSES, Erlando; SANTOS, Mário Bispo dos; RODRIGUES, Shirlei Daudt. A sociologia no ensino médio: cidadania e representações sociais de professores e estudantes. Belo Horizonte: Fino Traço, 2016.

SANTOS, Mário. O que pensam os professores? In: RÊSES, Erlando; SANTOS, Mário Bispo dos; RODRIGUES, Shirlei Daudt. A sociologia no ensino médio: cidadania e representações sociais de professores e estudantes. Belo Horizonte: Fino Traço, 2016, p. 39-86.

SANTOS, Mário Bispo. Diretrizes curriculares estaduais para o ensino de sociologia: em busca de um mapa comum. PerCursos, Florianópolis, v. 13, n. 1, p. 40-59,

OLIVEIRA, Amurabi. O ensino de Ciências Sociais na Faculdade Catarinense de Filosofia. Ciências Sociais Unisinos, São Leopoldo, v. 54, n. 1, p. 117-125, 2018.




DOI: https://doi.org/10.15210/norus.v7i12.18086

Direitos autorais 2019 Autor e Revista

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2318-1966 

Indexadores nacionais: Sumários.orgDiadorimGoogle Scholar

Indexadores internacionais: Bibliothek Universitat Hamburg;Citeulike; DOAJLatindex; Mendeley; REDIB; Research Gate; ROAD; WorldCat

 

Apoio: