Percepção de enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família sobre segurança do paciente

Luccas Melo Souza, Maria Cristina Sant’Anna da Silva, Sibele da Rosa Zavalhia, Isabella dos Santos Coppola, Bárbara Paloschi da Rocha

Resumo


Objetivo: conhecer a percepção de enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família sobre segurança do paciente. Métodos: pesquisa qualitativa, realizada em 2016 com 10 enfermeiros, no sul do Brasil, por meio de entrevistas submetidas à Análise de Conteúdo. Resultados: salienta-se a falta de familiarização dos enfermeiros com o assunto. Erros de medicação e quedas foram problemas à segurança dos pacientes e a comunicação efetiva fator promotor. A capacitação das equipes, implementação de instrumentos próprios voltados à segurança do paciente e diminuição da sobrecarga de trabalho foram apontadas enquanto estratégias de melhoria para a segurança do paciente. Considerações finais: o tema segurança do paciente ainda não faz parte da assistência dos enfermeiros da Saúde da Família, mas esses percebem sua importância. Uma cultura de segurança precisa ser implementada nos serviços mediante capacitação desses profissionais por meio de parceria com instituições de ensino.


Palavras-chave


Enfermagem; Atenção primária à saúde; Saúde pública; Segurança do paciente; Erros médicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/jonah.v8i2.12721



Direitos autorais 2018 Journal of Nursing and Health

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.