Patriarcado e formação do Brasil: uma leitura feminista de Oliveira Vianna e Sérgio Buarque de Holanda

Daniela Leandro Rezende

Resumo


O objetivo do artigo é discutir a relação entre patriarcado e formação da nação brasileira a partir da perspectiva feminista. Tendo como referência as obras “Populações Meridionais do Brasil”, de Oliveira Vianna e “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda, problematizo a referência ao conceito de patriarcado, trazendo ao debate sobre a formação do Brasil o caráter assimétrico das relações entre homens e mulheres subjacentes a tal conceito. Essa abordagem permite o aprofundamento da discussão sobre a relação entre as esferas pública e privada e a formação da nação, indo além da crítica à sobreposição entre público e privado, característica das análises do pensamento social brasileiro sobre a dominação patriarcal.

 

Palavras-chave


Pensamento social brasileiro; patriarcado; feminismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/pp.v0i17.6568