Arqueólogos (s)em fronteiras: o Projecto ANA-lise e o estudo do povoamento do Baixo Guadiana (Portugal e Espanha)entre os séculos VIII a.C. e I d.C.

Pedro Albuquerque, Francisco José García Fernández

Resumo


O estudo das fronteiras e dos territórios fronteiriços é um tema de investigação com repercussões evidentes no mundo actual, bem como uma oportunidade para desenvolver estratégias de turismo cultural e protecção do património cultural. Apresentam-se, neste trabalho, algumas questões sobre um projecto de investigação transfronteiriço (ANA-lise/ ANA-lisis) que estuda o povoamento humano ao longo da bacia do Guadiana entre os séculos VIII a.C. e I d.C., bem como o papel do projecto no contexto de outras iniciativas na União Europeia. Apresentam-se, igualmente, alguns resultados preliminares de duas campanhas  de prospecção que contribuíram para a elaboração de um tentame de síntese dos processos prévios à construção da fronteira política entre os países ibéricos com o Tratado de Alcañices (1297) e para uma reflexão sobre a necessidade de desenvolver estudos e estratégias de protecção e difusão do património cultural transfronteiriço.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/rmr.v11i20.14957

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Memória em Rede

Publicação Periódica / Semestral

Memória em Rede, revista do Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural, é avaliada pelo Qualis.

Creative Commons License This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License.

_______________________________________________________________

Revista Memória em Rede, Pelotas/RS - Brasil - ISSN 2177-4129
Programa de Pós Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural
UFPEL - ICHPPGMP