Feminismo, reconhecimento e mulheres trans*: expressões online de tensões

Rayza Sarmento

Resumo


Este texto busca tematizar a relação entre lutas por reconhecimento e a construção do sujeito do feminismo, olhando particularmente para as reivindicações das mulheres trans*. Para isso, discutimos como o ambiente online funciona como um espaço de compartilhamento e esclarecimento mútuo, bem como de embates sobre a questão em tela. Nossa discussão se apoiará nas construções teóricas de Axel Honneth (2003) sobre a estima social enquanto um dos elementos das lutas por reconhecimento. A fim de empreendermos tal discussão, olhamos para dois espaços online e estabelecemos três possíveis categorias para enquadrar os posts encontrados: a) expressões de dano, b) expressões de afirmação das capacidades individuais e c) expressões de negociação de estima. Esses espaços se mostraram como arenas importantes para os embates discursivos que atravessam a relação entre o feminismo e o transfeminismo. Eles sinalizam para a importância da internet para manifestações e tematização de opressão.


Palavras-chave


Transfeminismo; Reconhecimento; Internet.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/pp.v0i17.6113