Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Caderno de Letras?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

CADERNO DE LETRAS

Diretrizes para Autores

Normas para submissão de textos:

a) A revista Caderno de Letras aceita para publicação textos inéditos, dentro do seu escopo. Serão aceitos textos em português, inglês, francês, espanhol e alemão.

b) Os autores deverão, preferencialmente, estar vinculados a um Programa de Pós-graduação. Autores não-doutores terão sua submissão condicionada à avaliação específica do editor-chefe.

c) Cada autor pode submeter apenas um texto por número da revista. Além disso, o texto não pode ser submetido a outra revista concomitantemente. Para textos com mais de um autor (não mais do que três), todos os autores devem estar indicados no momento da submissão do artigo. Não será aceita a inclusão de co-autor após a comunicação de aceite do artigo.

d) O texto deverá vir devidamente revisado pelo autor. A comissão editorial reserva-se o direito de fazer nova revisão e de fazer as alterações necessárias.

e) Dar-se-á preferência a publicações que apresentam resultados de pesquisas com contribuições novas às áreas de abrangência da Revista: Linguística e Literatura (em língua materna e estrangeira), e as relações que estabelecem com outras áreas do conhecimento.

f) É proibida a reprodução para fins comerciais de qualquer texto publicado na revista. A reprodução do texto publicado na revista em outras publicações deve ser precedida de consulta ao editor-chefe

Formatação do texto:

a) O trabalho deve ser original e ter entre 12 e 25 páginas, incluindo referências, notas e quadros (ou, aproximadamente, entre 5.000 e 12.000 palavras, do título às referências), no caso de artigos. Para resenhas, recomenda-se um limite compreendido entre 1.000 e 2.500 palavras.

b) O formato da página deverá ser A4, fonte times new roman em tamanho 12, espaço entre linhas simples, parágrafos com adentramento na primeira linha de 1,25 cm, margem 3 cm (esquerda e direita) x 2,5 cm (superior e inferior), formato doc ou docx.

c) Citações longas com recuo de 4 cm e em tamanho 11. Notas de rodapé em tamanho 10, mesma fonte e espaçamento utilizados no corpo do texto, ou seja, times new roman, espaço entre linhas simples, texto justificado.

d) O artigo deve conter: título, título traduzido, dois resumos (até 20 linhas) e palavras-chave (de três a cinco) em português e em língua estrangeira (a saber: inglês, francês, espanhol ou alemão).

e) O título deve estar em caixa alta, negrito, fonte tamanho 12, centralizado. O título traduzido segue a mesma recomendação, mas deve estar em itálico, fonte 10.

f) O texto não pode conter os nomes do(s) autor(es) nem sua afiliação.

g) O resumo no idioma original do artigo deve vir duas linhas abaixo do título traduzido. A palavra RESUMO (ou correspondente no idioma original do artigo) deve vir em negrito e sem itálico, seguida de dois pontos. O texto do resumo deve começar após a palavra no mesmo parágrafo. O resumo deve seguir as normas da ABNT, com método, resultados e conclusões do artigo; compor-se de sequência de frases concisas em parágrafo único;  usar verbo na voz ativa e na terceira pessoa do singular; e ter, no máximo, 20 linhas.

h) As palavras-chave devem vir logo abaixo do resumo. A expressão Palavras-chave (ou o correspondente a elas no idioma original do artigo) deve vir em negrito e sem itálico, seguida de dois pontos. As palavras-chave devem vir em letras minúsculas, separadas por ponto e vírgula, sem negrito ou itálico, finalizadas por ponto.

Logo abaixo, e observando as mesmas instruções de formatação do primeiro resumo, deve vir o segundo resumo, em língua estrangeira distinta do idioma original do artigo: ABSTRACT; RESUMEN; RÉSUMÉ; ZUSAMMENFASSUNG (ou em português, no caso de artigos em língua estrangeira), seguido das respectivas Keywords; palavras-clave; mots-clés; Schlüsselwörter ou palavras-chave. 

h) Os títulos das seções devem vir sem recuo, com numeração arábica (com número sem ser seguido de ponto), em negrito e com maiúscula apenas no início da primeira palavra. A numeração não deve incluir as referências. Entre o parágrafo anterior ao subtítulo devem ser deixadas duas linhas em branco; entre o subtítulo e o parágrafo posterior deve ser deixada uma linha em branco.

i) Dentro do texto, a designação de títulos de livros deve vir em itálico (maiúscula apenas no início, exceto em caso de nomes próprios); e a de artigos de periódicos, entre aspas. Palavras que necessitem de tradução ou glosa devem vir em itálico.

k) Dedicatórias e agradecimentos devem vir após o último parágrafo do texto e antes das referências.

l) Ilustrações, gráficos e tabelas devem ter sua fonte indicada quando não tiverem sido produzidos pelo autor do texto submetido e devem ter a autorização do autor no caso de serem terceiros.

m) As páginas NÃO devem vir com numeração.

n) Notas explicativas devem aparecer como nota de rodapé, com numeração arábica contínua ao longo do texto.

Citações

As citações devem seguir o sistema autor-data das normas da ABNT.

Formas básicas de citação (exemplos):

- Autor de citação fora de parênteses: letra inicial maiúscula seguida de minúsculas com ano e página.

A ideologia, seguindo as palavras de Orlandi (1996, p. 66), [...].

- Autor de citação entre parênteses: apenas letras maiúsculas com ano e página.

Para o filósofo, o objetivo é de estabelecer uma reflexão sobre sujeito e sobre funcionamentos linguístico-históricos (MARIANI, 2003, p. 57); [...].

- Citação indireta: não usar aspas, mas indicar autor, data e página.

Para White (1994, p.140), a constatação de que a história, mesmo no século XIX, continuou adotando as técnicas da literatura [...].

- Citação direta com menos de três linhas: usar aspas duplas, indicando ainda autor, data e página; usar aspas simples para citação dentro da citação.

Era comum o uso de “artifícios retóricos, tropos, figuras e esquemas de palavras e pensamentos, os quais, na forma como eram descritos pelos retóricos clássicos e renascentistas, eram idênticos às técnicas da poesia em geral” (WHITE, 2001, p.139).

- Citação direta com mais de três linhas: parágrafo com recuo de 4 cm, fonte tamanho 11, sem itálico e sem aspas, indicando ao final entre parênteses autor, data e página.

Os opostos se atraem, mas, muitas vezes, não se misturam. É o que Goethe afirma:

Da maneira contrária, outros permanecerão estranhos entre si e não se ligarão, ainda que sejam mecanicamente friccionados e misturados, à maneira do óleo e da água, que, juntados num recipiente que se agita, em seguida retornam ao estado de separação. (GOETHE, 2014, p. 55) 

- Intervenções em citação direta: reticências entre colchetes para supressões; interpolações, acréscimos ou comentários entre colchetes; ênfase ou destaque em itálico.

Vivemos uma continuidade de história reificada em que o progresso é para poucos, enquanto a maioria “[...] permanece em uma condição perene de incultura (Umbildung) [...]”. (BENJAMIN, 2009, p. 522)..

- Citação de mais de uma obra de um mesmo autor publicadas no mesmo ano: acrescentar letra minúscula, em ordem alfabética, após a data e sem espaço no texto e nas referências.

O português tem sido contemplado em estudos românicos no Brasil (ELIA, 1979a, 1979b).

- Citação de mais de uma obra de um mesmo autor publicadas em anos diferentes: separar ano por vírgula.

Em Benveniste (2006, 1976), o "nós" não é visto como uma multiplicação do "eu", não se trata de um plural, mas da junção de um "eu" a um "não-eu", amplificado e difuso.

- Citação de obra com mais de um autor: separar cada autor por ponto-e-vírgula.

E de forma totalmente inversa, “(...) foram chamados adjetivos mesmo aqueles que significam substâncias, quando por sua maneira de significar, devem estar juntos a outros nomes no discurso” (ARNAULD; LANCELOT, 2001, p.32-33)

 - Citação de obras de diferentes autores: separar por cada obra por ponto-e-vírgula em ordem alfabética.

Alguns estudos sinalizam a presença deste fenômeno (LIPSKI, 2007; REAL ACADEMIA ESPAÑOLA, 2011), mas em poucas variedades e por influências de línguas indígenas. 

- Citação de uma obra extraída de outra obra: indicar autor e ano da citação, colocar expressão apud e indicar autor, ano e página da obra em que foi feita a citação.

“É mais difícil honrar a memória dos anónimos do que a dos famosos. A construção da história é dedicada aos anónimos.” (BENJAMIN apud BARRENTO, 2013, p. 156).

- Citações em língua estrangeira no corpo do texto podem constar traduzidas em nota de rodapé.

Referências

As referências devem vir após o último elemento do texto ou após os agradecimentos, quando houver. Devem estar em ordem alfabética sem recuo na segunda linha, com alinhamento justificado e sem saltar linha em branco de uma referência para outra. Quando houver mais de uma entrada do mesmo autor, deve-se repetir o nome do autor ao invés de utilizar traços.

As referências devem seguir as normas da ABNT.

Exemplificamos abaixo as formas básicas de referências:

- Livro: autor(es) (com prenomes e sobrenomes abreviados), título (em itálico) e subtítulo (sem itálico), edição, local, editora e data de publicação.

ANDERSON B. Comunidades Imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

- Tese, dissertação ou monografia: autor, título, data, número de páginas, tipo de documento, grau, unidade acadêmica, instituição, cidade e data.

BONILHA, G. F. G. Aquisição fonológica do português brasileiro: uma abordagem conexionista da Teoria da Otimidade. Tese (Doutorado em Letras) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

- Capítulo de livro: autor(es), título do capítulo, expressão In:, referência completa do livro e  paginação. Para capítulo de livro do mesmo autor, usar a 5 travessões baixos seguidos de um ponto no lugar do nome do autor. Para organizadores ou coordenadores, emprega-se (Org.). ou (Coord.), respectivamente.

GAMA, F.J. Diretório dos índios. In: ALMEIDA, R. H. O diretório dos índios: um projeto de "civilização" no Brasil do século XVIII. Brasília: Editora UnB, 1997.

CANDIDO, A. Os novos baudelairianos. In: _____. A educação pela noite & outros ensaios. São Paulo: Ática, 1989.

LIMA, H. Evolução do conto. In: COUTINHO, A. (org). A Literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Sul Americana, 1971.

- Artigo em periódico: autor(es), título do artigo, título do periódico, local de publicação, volume ou ano, número, paginação inicial e final, data.

BOTTMANN, D. Baudelaire no Brasil. Revista XIX: Artes e técnicas em transformação, Brasília, v. 2, número 5, pp. 152-184, 2017.

- Matéria de jornal: autor(es) (se houver), título da matéria, título do jornal, local, data, seção, caderno ou parte do jornal e paginação correspondente.

OTTA, L. A. Parcela do tesouro nos empréstimos do BNDES cresce 566 % em oito anos. O Estado de S. Paulo, ano 131, n. 42656, São Paulo, 1 ago. 2010, Economia & Negócios, p. B1.

- Trabalho publicado apresentado em evento: autor(es), título do trabalho, expressão In:, nome do evento, numeração do evento (se houver), ano e local (cidade) de realização, título do documento (anais, atas, etc.), local, editora, data de publicação e página inicial e final da parte referenciada.

MEGALE, H. Matéria de Bretanha: da França ao ocidente da Península Ibérica. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ROMÂNICOS, 2, 1994, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Departamento de Letras Românicas/Faculdade de Letras/Universidade Federal de Minas Gerais, 1995. p. 11-21.

- Documento de acesso exclusivo em meio eletrônico (bases de dados, sites, programas, mensagens eletrônicas, etc.): autor(es), título do serviço ou produto, versão (se houver) e descrição física do meio eletrônico.

HOUAISS, A. et al. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. 1 CD-ROM.

- Caso alguma das obras referenciadas esteja disponível on-line, deve-se necessariamente indicar seus dados: endereço eletrônico, apresentado entre os sinais < >, precedido da expressão Disponível em:, e a data de acesso ao documento (dia, mês abreviado e ano completo, separados apenas por espaço), precedida da expressão Acesso em:.

FREUD, S. Além do princípio do prazer. Disponível em: <http://lacan.orgfree.com/freud/textosf/alemdoprincipiodeprazer.pdf>. Acesso em: 11 ago 2015

Para os demais casos, recomenda-se consulta direta ao texto das normas da ABNT.

 

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  2. Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)
  3. URLs para as referências foram informadas quando necessário.
  4. O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.
  6. A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.
 

Declaração de Direito Autoral

Autores que publicam no Caderno de Letras concordam com os seguintes termos:

a) Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, sendo o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons BY-NC-ND 2.5 BR, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

b) Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

c) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) após o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

d) Autores de trabalhos aprovados autorizam a revista a, após a publicação, ceder seu conteúdo para reprodução em indexadores de conteúdo, bibliotecas virtuais e similares.

e) Os autores assumem que os textos submetidos à publicação são de sua criação original, responsabilizando-se inteiramente por seu conteúdo em caso de eventual impugnação por parte de terceiros.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

Taxas para autores

Este periódico cobra as seguintes taxas aos autores.

: 0,00 (BRL)
A revista Caderno de Letras não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download.