Significados e perspectivas do insucesso escolar no ensino profissional em Portugal

António Bernardo Morais Pinto, João Paulo Ferreira Delgado, Alcina Manuela de Oliveira Martins

Resumo


A finalidade deste artigo é refletir criticamente sobre as caraterísticas dos cursos profissionais de cariz científico-tecnológico do ensino profissional em Portugal e apontar alguns vetores de atuação que contribuam para o sucesso educativo desse tipo de ensino. O insucesso escolar no ensino profissional de nível secundário resulta de um conjunto de relações causais que interagem no seu desenvolvimento. Metodologicamente, os dados foram recolhidos através de questionários aplicados aos alunos e docentes do ensino profissional e por intermédio da realização de entrevistas com os professores diretores dos diferentes cursos profissionais, em três escolas secundárias do distrito do Porto. As análises correlacionais e as contingências demonstraram diversas relações de interdependência no desenvolvimento do insucesso escolar, constatando-se que dos 638 alunos que estão a frequentar o ensino profissional, 249 acumulam retenções modulares. A taxa de sucesso dos alunos com início em 2007/2008 e conclusão em 2009/2010 é muito baixa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/caduc.v0i51.6239